Qual a sua dúvida?

Pesquise o termo da sua dúvida ou selecione a questão nas categorias abaixo.

Você sabe quais são as Políticas que acionam a aprovação de segundo nível?

Que todas as suas solicitações e de seus clientes precisam de uma aprovação, você já sabe, correto? Mas você sabia que pode ter um aprovador de segundo nível para determinados pedidos? Veja só a lista que preparamos para você!

Não deixe de se atentar: são detalhes pequenos que mudam as funcionalidades de uma Política para outra.

Podemos começar falando sobre a TROALC. Sua função é fazer com que você consiga trocar o aprovador de primeiro nível pelo de segundo e, quando fizer isto, toda a responsabilidade de aprovação será transferida para o aprovador de segundo nível.

A função da Política ADIALC é um pouquinho parecida: ela também adiciona um aprovador de segundo nível em sua OS mas fará com que seja necessária a aprovação de ambos.

Tome nota: lembre-se sempre que a TROALC e a ADIALC são as Políticas mais importantes, pois são responsáveis por estruturar a aprovação de segundo nível.

Temos também a VALSEG, que ativa a aprovação de segundo nível caso a aprovação alcance determinado valor. Veja mais sobre ela e sobre o que é necessário para que ela tenha um bom funcionamento clicando aqui.

A TEMMIN determina quanto tempo de antecedência deve existir antes de uma solicitação de viagem. Ela possui diversos parâmetros, inclusive de segundo nível. São estes que devem ser habilitados e ajustados para que cumpram sua função de ativação de aprovação de segundo nível.

Com a Política PERSEG, o que define se é necessário ou não uma aprovação de segundo nível é a uma porcentagem de diferença de valor. Por exemplo: o percentual cadastrado na é de 10%. Se numa solicitação o menor valor do trecho é 100,00 e foi escolhido um trecho com valor acima de 110,00, será necessária a aprovação de segundo nível.

Já com a ORCSEG, o parâmetro utilizado para ativarmos a aprovação de segundo nível é ultrapassar o valor disponível de orçamento. Ela possui dois parâmetros e você pode configurá-la da melhor maneira para você.

A SEGDIA pede aprovação de segundo nível dependendo do dia da semana que um voo acontecerá. Isso mesmo, acontecerá – e não o dia em que a solicitação é feita!

A Política CLASEG acionará a aprovação de segundo nível em solicitações aéreas que sejam de determinada classe. Essas serão definidas conforme parâmetro habilitado.

A Política APRPXS possuí duas maneiras de funcionamento: ela permite que o aprovador de primeiro nível aprove viagens de aprovador de segundo nível ou ainda que escale para o aprovador de segundo nível quando a viagem for para um aprovador de primeiro nível, mesmo que haja outro aprovador de primeiro. Veja mais sobre ela aqui.

Precisa definir se será necessária aprovação de segundo nível utilizando como crivo um motivo de viagem? A Política APRMOT é a ideal para você. Por meio de seus parâmetros você poderá configurá-la da melhor maneira que for preciso.

No caso da Política CIASEG, quando for solicitada uma viagem em uma das companhias que não foi listada como preferencial na Política CIAPRE, será acionada a aprovação de segundo nível.

Para fechar nossa lista, temos a ESTALC! Sua função é definir se será necessária a aprovação de segundo nível por meio de alçada de valores. Ou seja, se uma solicitação for até o valor determinado, não será necessária intervenção.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d blogueiros gostam disto: